Google Translator

terça-feira, 10 de abril de 2018

Obsolência programada

Você não compra algo. Você compra o direito de usar algo por um determinado tempo.

Se você comprou algum objeto de uso diário nos últimos 10 anos, é possível que não tenha nenhum deles atualmente. Pode ser algo que sugira que possa durar bastante tempo, como um carrinho de feira, um chuveiro, etc. E grande parte da culpa é algo conhecido como obsolência programada.

Em termos gerais a obsolência programada é o nome dado ao tempo médio estipulado pelo fabricante do produto como "vida útil". O entendimento dessa "vida útil" pode ser mais amplo e não precisa ser necessariamente quanto tempo o material funciona, mas também depois de quanto tempo ele pode ser considerado ultrapassado e o seu usuário pode sentir necessidade ou vontade de trocar o objeto, mesmo que funcionando perfeitamente, por um outro mais moderno. Isso significa que até mesmo o design é usado como ferramenta na obsolência programada.

A obsolência programada pode ser executada de maneiras infindáveis. Um mesmo material pode ter centenas ou milhares de formas de ser programado para até um tempo médio sofrer determinada modificação que inviabilize o seu uso ou motive a troca.

Um exemplo prático seria uma manete de plástico de um objeto qualquer que fica quebradiça e se parte após uns poucos anos de uso. Todos sabemos que o plástico pode ser muito resistente e também pode durar uns 400 anos sem qualquer modificação em sua estrutura, mas a manete se partiu bem antes desse tempo. Isso acontece porque ao criar esta manete, o fabricante optou por uma composição química que suportará os impactos do uso normal do aparelho por um determinado tempo. O calor do dia, a umidade do ar, o suor da mão entre muitos e muitos elementos podem ser o gatinho ou o instrumento da deterioração. 

O objetivo é facilmente compreensível: vender sempre. Manter o mercado em movimento. Fazer com que haja demanda constante e previsível para o seu produto.

Filosofando sobre a questão, percebemos que não estamos comprando um objeto, estamos comprando o direito de usá-lo por um determinado tempo. O problema não chega a ser a obsolência em si. Se você fosse produtor de alguma coisa, gostaria e até dependeria de uma demanda com a qual pudesse trabalhar para manter o seu negócio funcionando. O problema é a destruição da natureza.

As consequências desse sistema podem ser muito prejudiciais ao meio ambiente, uma vez que seus materiais são finitos ou não conseguem ser recolocados com a mesma velocidade com a qual é consumido e a criação de lixo ainda não reaproveitável se torna uma enorme de dor de cabeça. 

É preciso muito equilíbrio e bom senso para conseguir chegar a uma regulamentação do que é aceitável para cada caso. E ultimamente, esse não parece ser o foco de governos nos mais variados pontos do nosso planeta.

Por isso devemos buscar o equilíbrio entre necessidade e puro consumismo. Pois somos um dos principais motivadores dessa prática e as consequências podem ser graves.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

O que pode ser fatal para o mandato de um político

Seu voto é uma arma. Mas será a única?


Todo mundo sabe muito bem a resposta para acabar com a carreira de um político: votar na alternativa a este político, certo?

E quais são as alternativas?

  1. Você pode votar em outro candidato. E isso significa mostrar que você concorda com as ideias e tudo o que o este candidato representa. (E isso é muito importante!)
  2. Pode votar em branco. E isso quer dizer que pouco importa quem será o vencedor. Você deu um "cheque em branco" para o processo eleitoral. (E isso é muito perigoso)
  3. Pode anular o seu voto. E com isso deixa claro que não aceita qualquer dos candidatos e quer mudanças. - Devo esclarecer aqui que a velha história de um número superior a 51% dos votos nulos numa eleição não anula nada, ok? Quanto a isso, todos sabem que são computados apenas os votos válidos e quem tiver mais votos nessa categoria irá vencer e pronto. Mesmo que tenha apenas 3 votos e o outro menos do que isso. Absurdo, não? Mas é assim mesmo.


Mas é apenas isso? O candidato foi eleito e pronto? Ele agora pode fazer tudo o que a legislação permite e será (na maioria dos casos) "julgado" por seus pares?

Na verdade há uma alternativa que muitas pessoas conhecem mas que não vejo quem a usa. Promessas de campanha.

Talvez você não saiba, mas promessas de campanha são compromissos e são vistos como cláusulas do mandato. Portanto, não cumprir essas cláusulas significa inviabilizar o mandato que foi conferido por força de confiança nas urnas.

Entende aonde quero chegar? Não? Eu te explico: se promessas de campanha são cláusulas, VOCÊ pode exigir que seu candidato cumpra as cláusulas que VOCÊ, ou o seu grupo de interesse, CRIAR  e que deseja que este candidato, ou todos os candidatos, cumpram. Caso não cumpra, perde o mandato.

Ok, sempre vai existir algum espertalhão que dirá que a punição de perda de mandato não é exatamente uma sansão regulamenta para o não cumprimento das promessas de campanha e por isso não seria necessariamente aplicada.

Mas podemos ir além! Podemos impor que qualquer candidato disposto a ter nossa pretensão de voto, registre que se compromete a perder o mandato caso não cumpra com as cláusulas estabelecidas por ele mesmo. Ou seja: essas promessas de campanha.

Claro que outros irão dizer que essa estratégia não significa nada e que também não surtirá efeito. A minha resposta a isso é: ordene que o candidato faça o comprometimento e que registre isso no plano de governo junto à Justiça Eleitoral. Se este candidato for fiel ao que promete, não há com o que se preocupar. Afinal de contas, se não há riscos para o político, porque não fazer, não é mesmo?

Político honesto, não precisa se preocupar em estabelecer regras honestas e boas para o povo, que o prejudiquem caso ele não cumpra com o que promete.

Caso o político não cumpra e não sofra a perda do mandato (afinal são seus pares que poderão decidir sobre isso) pelo menos você terá o argumento perfeito para alertar ao seu grupo de interesse de que esse candidato claramente não é digno de confiança. E nunca mais vote neste desonesto. E todos sabemos que muitas votações podem ser decididas por um voto de diferença.

Algumas boas promessas de campanha:
  1. Prometer criar e/ou votará em um projeto de lei que torne o crime de corrupção imprescritível e que o agente corrupto perca, de forma definitiva e irrevogável,  qualquer direito adquirido por ter exercido o  mandato (ex: aposentadoria, plano de saúde seu e de familiares, carro oficial, assessores... etc, etc, etc...);
  2. Que se compromete a criar e/ou votará por uma sentença mínima e obrigatória de 19 anos de prisão em regime fechado para políticos e/ou servidores públicos corruptos, sem progressão de pena, em presídio comum e sem qualquer regalia que o diferencie de preso sem curso superior, em cela comum a ser cumprida imediatamente após condenação em segunda instância;
  3. Que criará e/ou votará em um projeto de lei que proíba qualquer político ou servidor de serviço público receber rendimentos, acumulados ou não, que sejam superiores a dois salários base de um professor da rede pública de ensino de início de carreira.
  4. Que criará e/ou votará em um projeto de lei que proíba políticos de usarem serviços de saúde ou planos de saúde pagos com dinheiro público que não seja o serviço público de saúde (atual SUS), em igualdade de condições com o cidadão comum e suas filas de atendimento.
  5. Que criará e/ou votará em um projeto de lei que obrigue o político a matricular seu(s) filho(s) em escola pública da sua região, em condições de igualdade com os cidadãos comuns mesmo que este político possa pagar por ensino particular.
  6. Que criará e/ou votará em um projeto de lei que limitará a aposentadoria do político bem como seus herdeiros desse benefício, a um valor total que não poderá ultrapassar, em hipótese alguma, o menor valor de benefício exercido no país para a aposentadoria de pessoas comuns aposentadas .
  7. Caso estes projetos já existam, este candidato compromete-se a lutar abertamente e junto à população para que entrem em votação no congresso ou no senado, e que quando em votação, vote EM ABERTO E CLARAMENTE PARA AS SUAS APROVAÇÕES sem emendas ou artifícios que comprometam a sua eficácia.
Se você vota em um político que não se compromete a viver com os recursos que você vive, você está dando um cheque em branco para uma pessoa que já deixou claro que vai te colocar numa situação ruim.

Em suma: organize-se. Forme seu grupo de interesse (aposentados, professores, médicos, universitários, etc...) e crie outras cláusulas obrigatórias que sejam de interesse deste grupo. E lembre-se de que mesmo que o político se comprometa com essas cláusulas não significa que o grupo irá votar neste candidato, mas que, após o comprometimento, o seu grupo irá avaliar se as outras promessas de campanha, são válidas e/ou claras e factíveis.

Para o político que não se comprometer, ESQUEÇA! Nem o considere como candidato e lute para que todos saibam que ele não se compromete como o melhor para a população.

Você também pode ser interessar por esta matéria: O efeito da corrupção nunca prescreve



segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O efeito da corrupção nunca prescreve

O crime de corrupção também não deve prescrever


Campanha pela não prescrição dos crimes de corrupção e pela perda dos benefícios vitalícios, ou não, de corruptos

Você sabe que crimes de corrupção prescrevem. Mas, quando falta escola, atendimento médico, serviço de segurança pública, as consequências, em grande parte dos casos, são para a vida toda.

Imagine que você não teve oportunidade de estudar e perdeu oportunidades de ter uma vida melhor. Seus filhos e os filhos deles serão afetados. Caso um ente querido morra por falta de atendimento médico ou fique com sequelas permanentes, as consequências são permanentes. O mesmo sobre alguma pessoa que morre na mão de marginais ou perde oportunidades por ter uma cidade violenta.

Então vou ser direto: corrupto não pode se safar protelando a justiça. Também não pode usufruir de direitos por ter sido ladrão do dinheiro público em qualquer tempo. Isso é uma questão de justiça social para todas as nações.

Por favor, passe essa ideia a diante de vamos dar um pouco de oportunidade a quem merece. Ao  cidadão, de crescer num país mais justo. E ao corrupto, de pagar de forma exemplar por seus erros.

Você também pode ser interessar por esta matéria: O que pode ser fatal para o mandato de um político


quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Deputados antecipam o carnaval com o dinheiro do contribuinte

Mais uma amostra da falta de respeito pelo Brasil e por quem o elegeu



A imensa maioria dos deputados federais brasileiros, um dos mais caros de todo o mundo e sustentado por um país onde mais de 80% da população recebe menos do que eles recebem, apenas como auxílio moradia, nesta semana, decidiram trabalhar por apenas 2 dias e, com demonstração que não consigo interpretar apenas como de total desprezo pelo momento político do pais e ao povo que os sustenta, deixaram os trabalhos da câmara em Brasília. 

Isso significa que nós, povo brasileiro, estamos pagando regiamente para que estes ilustres congressistas não tenham realizado nenhuma votação na parte da manhã deste dia 07/02/2018 e que na parte da tarde, apenas uma sessão foi realizada. Tudo indica que não haverá trabalhos relevantes pelos outros dias da semana e que logo após se seguirá o carnaval. Carnaval, pode-se entender bem, com o dinheiro suado do contribuinte.

Num momento onde bilhões e mais bilhões de reais em recursos públicos são dados a empresários ricos como renúncia fiscal e passamos por um momento dramático do Brasil onde se estuda retirar (mais) direitos do trabalhador via direitos de aposentadoria. Além, é claro, do quadro de penúria e dívidas públicas subindo como um foguete.

Temos então o quadro perfeito que mostra a descarada falta de sensibilidade deste grupo político que tem "direitos" excelentíssimos! Um salário maravilhoso, uma lista de "benefícios" de dar inveja e total desrespeito ao cidadão comum. Este é apenas o deputado federal do nosso país! Nem estou falando das outras classes políticas de todo esse imenso Brasil! 

Isso é o que o povo brasileiro recebe por não ter noção cívica e respeito próprio. Chegou a hora de darmos um basta aos maus políticos. Precisamos cortar os benefícios desses ilustres "servidores" da nação que se servem do povo que cada dia está menos alimentado, mais mal educado e abandonado à própria sorte nos precários hospitais e entregue à bandidagem por todo o país. 

Pense na sua família, nos seus filhos que deixam de ter para que um político viva como um marajá. 

Devemos, sim, antecipar o fim do carnaval desses excelentíssimos com o nosso dinheiro. As Eleições estão próximas! Vamos começar a faxina geral. Use o voto como arma e não reeleja qualquer candidato. E daqui a mais 2 anos, outra faxina. Quem sabe assim, um dia teremos um país que seja do carnaval, da prosperidade e da alegria e do respeito ao povo brasileiro.

Ideais de esquerda

American dreams com bandeiras de Che Guevara


Buscar o melhor é da natureza. Todos os seres vivos mostram estampados no seu DNA e em suas características físicas, essa máxima. Todos estão em mutação mais ou menos acelerada. Existem alguns animais que têm a mesma forma física há milhões de anos. Isso mostra um perfeito ajuste com seu meio e suas necessidades de sobrevivência. 
Com o ser humano não é diferente. Desde que existimos, estamos em mutação. Nossos corpos, nossas cores, nossos cérebros, nossas aptidões são diferentes, de acordo com o meio e o tempo em que habitamos. Essas característica são dadas, primariamente, pela natureza. Mas temos faculdades mentais e intelecto.

A filosofia existe com o ser humano desde de muito cedo. Acredito piamente que exista também entre todos os animais existentes. Antes que o leitor pense em me julgar ou me enviar uma saraivada de perguntas ou mensagens mostrando suas divergências sobre o assunto, quero esclarecer: cada ser em sua escala mental. Então as características filosóficas existem em diferentes níveis. Portanto, uma ameba procura o melhor para si dentro de seu ambiente e da forma que entende. Um ser invertebrado também. Todos buscam, dentro de seu entendimento (filosofia), o melhor para si. E todos são únicos, todos são influentes, todos são influenciáveis. Por isso as mutações acontecem em todos os níveis: físico, mental, espiritual.

A filosofia encontra um refinamento peculiar no ser humano. Isso porque o ser humano é capaz de absorver ideias avançada e filosofia desde muito cedo. Desde muito cedo é possível que ele use o que aprendeu para ser e tornar o seu ambiente, um lugar melhor ou simplesmente, diferente. Nem todos farão isso, mas não é impossível que se faça isso. É da natureza desse ser que tem cérebro e se propôs a usá-lo mais ou menos.

Ideais políticos são sempre presentes no ser humano. Mesmo que não nos demos conta, usar ideias para formatar uma religião, um condomínio, um ambiente profissional é usar política. A vida humana não existe sem política.

Um ser humano em formação é uma verdeira esponja de ideias. Na verdade, todos somos. Mas em um adolescente, ou num jovem, os ideais filosóficos fervilham pois a busca pelo melhor é parte intrínseca de todos nós. Mas o fator conhecimento não existe ainda. E fica muito fácil implantar ideias erradas e conceitos duvidosos nesses indivíduos. Qual o jovem que nunca pensou em viver numa comunidade afastada de tudo, vivendo em paz e em comunhão com a natureza? Uma forma alternativa de vida, uma expectativa mais justa para si, para os seus e para todos. É nesse terreno fértil que são implantadas as ideias de esquerda, os objetivos comunistas. Um adolescente ou jovem, em quase 100% dos casos, não tem (ainda) a experiência necessária para não ser fisgado por esses ideais. Mesmo que o comunismo, o Marxismo, socialismo, anarquismo e muitos outros "ismos", que no fundo são bem similares, nunca tenham funcionado em qualquer escala em que tenham sido aplicados, sempre podemos encontrar pessoas de mais ou menos idade, buscando essa filosofia. 

Quero deixar bem claro que todas as experiências citadas acima, falharam não por não serem boas, mas por serem postas em prática por seres humanos. Sinceramente não sei como se sairiam com seres dotados de inteligência superior. No papel, essas ideias são lindas e parecem funcionar. Somos capazes de formular filosofias lindas, ideais perfeitos. Mas esbarramos na ética.  O ser humano (ainda) é profundamente fraco em pôr em prática a ética. 

Mas nem tudo está perdido. Veja o caso da Finlândia. Até 1916 ela era parte da Russia comunista. E como parte dessa potência, sofria enormemente. Havia fome, miséria, desespero. Em 1917 houve a separação. A Finlândia tornou-se independente. Assumiu o capitalismo democrático como filosofia comercial e social. Não que o capitalismo democrático seja a perfeição em forma de governo. Mas, era esse o modelo que eles tinham e foi sobre ele que se empenharam como nação. Estamos em 2018 e, após um pouco mais de 100 anos, a Finlândia é uma dos melhores países para se viver com relação à política social. Mas como eles fizeram isso? No mundo o capitalismo anda na corda bamba! Fizeram com ética. As necessidades existem, os desafios estão no dia a dia, mas são encarados, planejados e solucionados de acordo com a ética deles. Este povo encontrou algo interessante. Este povo colocou em prática uma forma de governo de forma ética. 

Então temos experiências em várias formas de governo. Temos o passado que nos ensina no presente e mostra o melhor para o futuro. Como nação, não somos meros adolescentes. Mas ainda temos uma grande parcela da população que tem pouca experiência de vida. Temos muitos jovens (e até mesmo pessoas de mais idade que são puramente equivocados), que aceitam e assumem filosofias duvidosas num conjunto de pessoas de pouca ou nenhuma ética. Isso torna possível vermos buscadores do "American Dream", vivendo e gostando da sociedade capitalista, mas usando camisetas de Che Guevara. O resultado não é bom. O resultado nunca será bom. Sem conhecimento, sem história e sem ética, o resultado sempre é desastroso. Estamos preparados para viver eticamente? 

Fora da Finlândia temos povos éticos? Essa é uma boa pergunta, não? Analise o planeta. Mesmo nos mais adiantados e organizados. 

No Brasil, precisamos entender o que é ética. Fazendo isso, muita coisa se modifica e poderemos florescer como nação para um futuro melhor.

Compartilhe

Share |
 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys
Zeitgeist I - The movie Zeitgeist II - Addendum Zeitgeist III - Moving Forward Creative Commons