Google Translator

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Deputados antecipam o carnaval com o dinheiro do contribuinte

Mais uma amostra da falta de respeito pelo Brasil e por quem o elegeu



A imensa maioria dos deputados federais brasileiros, um dos mais caros de todo o mundo e sustentado por um país onde mais de 80% da população recebe menos do que eles recebem, apenas como auxílio moradia, nesta semana, decidiram trabalhar por apenas 2 dias e, com demonstração que não consigo interpretar apenas como de total desprezo pelo momento político do pais e ao povo que os sustenta, deixaram os trabalhos da câmara em Brasília. 

Isso significa que nós, povo brasileiro, estamos pagando regiamente para que estes ilustres congressistas não tenham realizado nenhuma votação na parte da manhã deste dia 07/02/2018 e que na parte da tarde, apenas uma sessão foi realizada. Tudo indica que não haverá trabalhos relevantes pelos outros dias da semana e que logo após se seguirá o carnaval. Carnaval, pode-se entender bem, com o dinheiro suado do contribuinte.

Num momento onde bilhões e mais bilhões de reais em recursos públicos são dados a empresários ricos como renúncia fiscal e passamos por um momento dramático do Brasil onde se estuda retirar (mais) direitos do trabalhador via direitos de aposentadoria. Além, é claro, do quadro de penúria e dívidas públicas subindo como um foguete.

Temos então o quadro perfeito que mostra a descarada falta de sensibilidade deste grupo político que tem "direitos" excelentíssimos! Um salário maravilhoso, uma lista de "benefícios" de dar inveja e total desrespeito ao cidadão comum. Este é apenas o deputado federal do nosso país! Nem estou falando das outras classes políticas de todo esse imenso Brasil! 

Isso é o que o povo brasileiro recebe por não ter noção cívica e respeito próprio. Chegou a hora de darmos um basta aos maus políticos. Precisamos cortar os benefícios desses ilustres "servidores" da nação que se servem do povo que cada dia está menos alimentado, mais mal educado e abandonado à própria sorte nos precários hospitais e entregue à bandidagem por todo o país. 

Pense na sua família, nos seus filhos que deixam de ter para que um político viva como um marajá. 

Devemos, sim, antecipar o fim do carnaval desses excelentíssimos com o nosso dinheiro. As Eleições estão próximas! Vamos começar a faxina geral. Use o voto como arma e não reeleja qualquer candidato. E daqui a mais 2 anos, outra faxina. Quem sabe assim, um dia teremos um país que seja do carnaval, da prosperidade e da alegria e do respeito ao povo brasileiro.

Ideais de esquerda

American dreams com bandeiras de Che Guevara


Buscar o melhor é da natureza. Todos os seres vivos mostram estampados no seu DNA e em suas características físicas, essa máxima. Todos estão em mutação mais ou menos acelerada. Existem alguns animais que têm a mesma forma física há milhões de anos. Isso mostra um perfeito ajuste com seu meio e suas necessidades de sobrevivência. 
Com o ser humano não é diferente. Desde que existimos, estamos em mutação. Nossos corpos, nossas cores, nossos cérebros, nossas aptidões são diferentes, de acordo com o meio e o tempo em que habitamos. Essas característica são dadas, primariamente, pela natureza. Mas temos faculdades mentais e intelecto.

A filosofia existe com o ser humano desde de muito cedo. Acredito piamente que exista também entre todos os animais existentes. Antes que o leitor pense em me julgar ou me enviar uma saraivada de perguntas ou mensagens mostrando suas divergências sobre o assunto, quero esclarecer: cada ser em sua escala mental. Então as características filosóficas existem em diferentes níveis. Portanto, uma ameba procura o melhor para si dentro de seu ambiente e da forma que entende. Um ser invertebrado também. Todos buscam, dentro de seu entendimento (filosofia), o melhor para si. E todos são únicos, todos são influentes, todos são influenciáveis. Por isso as mutações acontecem em todos os níveis: físico, mental, espiritual.

A filosofia encontra um refinamento peculiar no ser humano. Isso porque o ser humano é capaz de absorver ideias avançada e filosofia desde muito cedo. Desde muito cedo é possível que ele use o que aprendeu para ser e tornar o seu ambiente, um lugar melhor ou simplesmente, diferente. Nem todos farão isso, mas não é impossível que se faça isso. É da natureza desse ser que tem cérebro e se propôs a usá-lo mais ou menos.

Ideais políticos são sempre presentes no ser humano. Mesmo que não nos demos conta, usar ideias para formatar uma religião, um condomínio, um ambiente profissional é usar política. A vida humana não existe sem política.

Um ser humano em formação é uma verdeira esponja de ideias. Na verdade, todos somos. Mas em um adolescente, ou num jovem, os ideais filosóficos fervilham pois a busca pelo melhor é parte intrínseca de todos nós. Mas o fator conhecimento não existe ainda. E fica muito fácil implantar ideias erradas e conceitos duvidosos nesses indivíduos. Qual o jovem que nunca pensou em viver numa comunidade afastada de tudo, vivendo em paz e em comunhão com a natureza? Uma forma alternativa de vida, uma expectativa mais justa para si, para os seus e para todos. É nesse terreno fértil que são implantadas as ideias de esquerda, os objetivos comunistas. Um adolescente ou jovem, em quase 100% dos casos, não tem (ainda) a experiência necessária para não ser fisgado por esses ideais. Mesmo que o comunismo, o Marxismo, socialismo, anarquismo e muitos outros "ismos", que no fundo são bem similares, nunca tenham funcionado em qualquer escala em que tenham sido aplicados, sempre podemos encontrar pessoas de mais ou menos idade, buscando essa filosofia. 

Quero deixar bem claro que todas as experiências citadas acima, falharam não por não serem boas, mas por serem postas em prática por seres humanos. Sinceramente não sei como se sairiam com seres dotados de inteligência superior. No papel, essas ideias são lindas e parecem funcionar. Somos capazes de formular filosofias lindas, ideais perfeitos. Mas esbarramos na ética.  O ser humano (ainda) é profundamente fraco em pôr em prática a ética. 

Mas nem tudo está perdido. Veja o caso da Finlândia. Até 1916 ela era parte da Russia comunista. E como parte dessa potência, sofria enormemente. Havia fome, miséria, desespero. Em 1917 houve a separação. A Finlândia tornou-se independente. Assumiu o capitalismo democrático como filosofia comercial e social. Não que o capitalismo democrático seja a perfeição em forma de governo. Mas, era esse o modelo que eles tinham e foi sobre ele que se empenharam como nação. Estamos em 2018 e, após um pouco mais de 100 anos, a Finlândia é uma dos melhores países para se viver com relação à política social. Mas como eles fizeram isso? No mundo o capitalismo anda na corda bamba! Fizeram com ética. As necessidades existem, os desafios estão no dia a dia, mas são encarados, planejados e solucionados de acordo com a ética deles. Este povo encontrou algo interessante. Este povo colocou em prática uma forma de governo de forma ética. 

Então temos experiências em várias formas de governo. Temos o passado que nos ensina no presente e mostra o melhor para o futuro. Como nação, não somos meros adolescentes. Mas ainda temos uma grande parcela da população que tem pouca experiência de vida. Temos muitos jovens (e até mesmo pessoas de mais idade que são puramente equivocados), que aceitam e assumem filosofias erradas num conjunto de pessoas de pouca ou nenhuma ética. Isso torna possível vermos buscadores do "American Dream", vivendo e gostando da sociedade capitalista, mas usando camisetas de Che Guevara. O resultado não é bom. O resultado nunca será bom. Sem conhecimento, sem história e sem ética, o resultado sempre é desastroso. Estamos preparados para viver eticamente? 

Fora da Finlândia temos povos éticos? Essa é uma boa pergunta, não? Analise o planeta. Mesmo nos mais adiantados e organizados. 

No Brasil, precisamos entender o que é ética. Fazendo isso, muita coisa se modifica e poderemos florescer como nação para um futuro melhor.

Se os países fossem vistos como bairros do mundo, o Brasil seria uma favela.

Desde que o Lula conseguiu se eleger e trouxe o seu "estilo" de governar, o Brasil vem descendo a ladeira. Estamos muito perto do fundo do poço. Vejam as artes visuais, músicas e etc. Se no mundo os países fossem vistos como bairros, o Brasil seria uma comunidade favelada. O Brasil virou uma favela por inteiro. Somos os favelados do mundo. Mal educados, grosseiros, desrespeitosos. Chega! Nem todo mundo é assim nesse país e não é isso que queremos que continue a ser. Nada é perfeito. Mas os juízes e procuradores da Lava Jato estão de parabéns! E sim, mudanças podem e devem ser feitas

sábado, 27 de janeiro de 2018

Fakes. É possível identificá-los?

Você entra na internet e uma matéria sobre a celebridade que você ama diz que ela acaba de alcançar 1 milhão de seguidores no Twitter. No mesmo instante você abre o twitter desta celebridade e faz uma leitura de parte do que ela postou. Aproveitando que está ali, clica em alguns links destas postagens. Você nem se dá conta, mas facilmente pode passar uns 40 minutos só rodando o universo daquela celebridade. Você curte, compartilha, e. eventualmente pode até mesmo passar a segui-la. Agora esta celebridade tem 1 milhão e 1 seguidor e você disseminou muito da informação que ela disponibilizou. A influência dela aumentou  e, acredite, isso acontece milhares de vezes ao dia com outras pessoas e significa um movimento de milhões de cliques ao mês e milhares de seguidores a mais como uma tsunami de informação e criação de influência.

A influencia on-line mexe com a audiência e pode criar "estrelas" do mundo artístico e político como também pode arruinar carreiras e negócios. Ser um influenciador digital pode gerar muito dinheiro.

Até aqui tudo bem! Mas, e se a celebridade tiver comprado seguidores? Neste caso, você foi enganado.

Talvez você não saiba, mas existem empresas que vendem seguidores. Sim! Você paga alguns centavos de dólar e consegue 1 seguidor. Paga 500 dólares e pode, da noite para o dia, "conquistar" 1 milhão se seguidores! Políticos, artistas em geral, e qualquer pessoa pode usar este serviço. Na data de hoje, estima-se que algo em torno de 48 milhões de contas no Twitter sejam falsas. Acredita-se também que mais de 60 milhões façam parte do Facebook. Eu encontrei um site com informações que dizem que até 11,2% das contas do Facebook são falsas. Não tenho certeza se isso é verdade. Mas, com certeza, é muita coisa.

Os fakes infestam as mídias de redes sociais. Num mercado em plena expansão onde influência significa dinheiro, esta estratégia pode ser considerada crime? Em muitos casos, eu considero que sim.

Veja este caso:
Imagine que você tem uma fábrica de algum produto e deseja criar uma estratégia de expansão de vendas unindo uma celebridade à sua marca. Você realiza um estudo para verificar os perfis que se enquadram com influenciadores do seu target e parte para um estudo de viabilização. Após verificar se essas celebridades topariam fazer a sua propaganda, os valores são discutidos com base na sua participação nas redes sociais. Após todos os ajustes você paga e espera alcançar seus resultados. Mas, e se esta "celebridade" na verdade tiver comprado parte da sua "influência"? E se parte desses seguidores forem apenas fakes, ou bots? Com certeza trata-se de uma fraude. Mas, como fazer alguma verificação sobre isso?

Até o momento em que eu escrevia esta matéria o único serviço ativo para este fim era um site para verificação no Twitter, para o Facebook havia uma extensão que parece não funcionar mais e por isso não será citada.

Caso queira fazer uma verificação no Twitter sobre qualquer perfil, pode usar o Twitteraudit não é necessário instalar nada e você apenas coloca o nome do usuário do Twitter e tem a resposta após clicar no Botão "Audit". Eu usei em alguns artistas e atletas bem conhecidos e posso dizer que o resultado é desconcertante. O site deixa claro que não é uma "ciência exata", mas também não pode ser considerada totalmente errada e tem seu mérito. Após algumas verificações gratuitas ele passa cobrar pelo serviço.

Observação importante: Lembre-se que eles mesmos realizam a verificação automática sobre cada perfil e que algumas delas foram feitas há alguns dias e outros há alguns anos. Portanto, há discrepâncias entre números de seguidores atuais de cada perfil analisado e o número de seguidores na data em que a verificação automática foi realizada. Para realizar uma verificação atual o uso não é gratuito.

Uma forma de verificar a autenticidade de um perfil, em qualquer rede social é fazer o trabalho de detetive e observar os detalhes de cada um. Dá muito trabalho e não funciona caso você esteja pensando em analisar o influenciador para a sua marca ou produto.

De qualquer forma, é muito bom estar sempre atento e não se deixar levar por números, mas por fatos. E para isso, a verificação de dados é sempre a melhor resposta. Não se deixe levar por qualquer notícia que bomba (ou fazem bombar) na internet! Afinal, até que as redes sociais e canais de comunicação possam lidar com o problema de forma efetiva, você pode usar a sua inteligência para não ser influenciado e pode aproveitar para aprender sempre mais, não é mesmo?

Boa sorte! E lembre-se:



quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Inteligência artificial. Afinal, um mal necessário?

Muito tem sido falado sobre a inteligência artificial. O que se sabe, com toda a certeza, é que ela está a caminho e chegará. São muitos os argumentos a favor da sua implantação. Realmente, as promessas são espetaculares. No entanto, nem tudo são flores. As grandes mentes dos nossos dias são enfáticas em chamar a atenção ao problema que pode ser tornar uma máquina capaz de pensar de forma mais objetiva, rápida e capaz de aprender exponencialmente da noite para o dia, podendo suplantar a capacidade mental da raça humana em pouquíssimo tempo.

Previsões apocalípticas são feitas no que diz respeito à inteligência artificial quando esta alcançar a consciência e capacidade de pôr em prática, propostas para o melhor para o nosso planeta. Somos unânimes em admitir rapidamente que o homo sapiens é o maior risco ao meio ambiente. Por si só, essa alegação já deveria servir de base para sermos simples e diretos na aceitação da ideia, há muito discutida, de que a raça humana é uma espécie de câncer que, em termos clínicos, poderia ser considerada um caso de metástase no corpo terrestre. Mas isso é verdade? 

Também analisando "clinicamente" o caso, me vi pensando no fato de que a célula tumoral nem sempre causa o câncer, mas todo câncer é feito de células tumorais. Não sei se o caro leitor deste texto já percebeu, então vou explicar: em estudos realizados em pessoas de idade avançada que morreram de causas naturais, não é raro encontrarmos células cancerígenas. No entanto, o corpo desta pessoa, quando vivo, acionava suas defesas naturais e se manteve em boa saúde "convivendo" com essas células sem correr maiores riscos. Nestes casos, chegamos à conclusão de que o corpo humano (ou qualquer corpo vivo) é capaz de conter células cancerígenas, mas não significa necessariamente, de que o corpo irá desenvolver câncer e morrerá por ele. 

Voltando à metáfora de que o planeta é o corpo vivo e que os seres viventes, como um todo, são células que podem sair do controle, temos o caso específico da humanidade como o tumor que hoje põe em risco a terra. Mas, como foi dito antes, ter células cancerígenas não significa, necessariamente, risco de morte por câncer. Caso o corpo tenha defesas eficientes e possa manter as células tumorais sob controle, este poderia viver tranquilamente seus dias até o derradeiro momento de sua morte. Que todos sabemos, mais cedo ou mais tarde acontecerá. 

Seguindo esse raciocínio decidi fazer uma simulação mental de que a inteligência artificial já estava implantada e seguia evoluindo rapidamente e que em pouquíssimo tempo perceberia que um tumor está descontrolado pondo em risco o corpo. O que aconteceria? O que a inteligência artificial faria? Quais poderiam ser as opções viáveis para solucionar o problema?

Não acredito que o extermínio do ser humano seja a opção de uma máquina com supercapacidade de raciocínio lógico. Na verdade, a solução parece ser simples e elegante como qualquer solução realmente eficaz dever ser. O extermínio da parte das células tumorais que colocam em risco o equilíbrio entre corpo e tumor.

Quais seriam estas células? Pense nos homens e mulheres que têm a capacidade de influenciar ou tomar decisões capazes de prejudicar uma cidade, um estado, um país, ou países e portanto, o planeta. Do alto da pirâmide para baixo, cito "políticos", "autoridades", "empresários", "empreendedores", "profissionais liberais".... e por aí vai. 

Você deve estar se perguntando: "Por que ele escreveu todas essas categorias entre aspas?" - A resposta é muito simples: ao serem consideradas ameaça ao planeta, as pessoas pertencentes a essas categorias não passam de bandidos. Os verdeiros políticos, as autoridades, os empresários, os empreendedores, os profissionais liberais e todos os outros, podem um dia se tornar tumores, mas, sob controle, são todos benignos e o corpo viverá enquanto houver equilíbrio. 



Compartilhe

Share |
 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys
Zeitgeist I - The movie Zeitgeist II - Addendum Zeitgeist III - Moving Forward Creative Commons